Sábado de manhã

sab

Aos sábados, acordo com a intenção de não sair da cama por pelo menos uma hora. Sei lá. Dou um jeito de enrolar. Às vezes, tento continuar aquele sonho incrível que estava tendo, ou montar um novo do mesmo nível. Posso também ligar a TV, à procura de algo bom, mas quase sempre acabo assistindo àqueles documentários no History Channel sobre óvnis, ou partes de romances franceses antigos no Arte1 (pelo menos eu acho que aquela língua é francês e que é pra ser um romance, né).

Mas o interessante é que no dia anterior meus planos são completamente diferentes. Imagino um dia em que acordaria disposta para completar todas as atividades que planejei, logo de cara. Estudaria tudo o que está no meu cronograma, finalmente gravaria um video, assistiria um filme, seria feliz. Quando chega o final do dia na vida real, percebo que a única coisa que fiz foi assistir ao bendito filme.

E se eu gostei muito do filme, ganho de brinde uma dor de cabeça e o sentimento de que tudo está rodando, já que era muito bom. Em compensação, muitas vezes surge uma louca inspiração, e começo a escrever poemas e roteiros. Não que a inspiração tenha vindo exatamente do filme. Chega um ponto na noite de sábado que eu começo a refletir sobre mim mesma, como se fossem momentos que me entendo melhor e sei a história que quero contar.

Deve ser o distanciamento das outras pessoas. Sem rostos para me distrair, consigo olhar mais para mim mesma. Um pouco mais dos meus defeitos e do que eu não queria que fosse como é. E não tem como mudar. No entanto, poderia me situar, e normalmente me situo, menos no sábado à noite.

Faltam só algumas horas para tudo acontecer de novo. Já é tempo de estabelecer tudo o que tem que ser feito. Quero ler, gravar um video e planejar um pouco mais de um outro. Sem esquecer de assistir ao filme, claro.

Anúncios

2 comentários sobre “Sábado de manhã

  1. Hehehe! É a mania de procrastinar! Eu também tenho! Parece que quando a gente tem muito tempo ainda pra fazer alguma coisa vai sempre deixando pra logo mais e quando vê o tempo acabou. :( Eu tento me espelhar mais no meu marido e tentar viver o presente agora. Mas nem sempre consigo…
    beijocas!

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s