Arteira

2458232819_f82ba67dab

Não prometo o que não cumpro.

Nem omito o que já fiz.

Desculpem-me, senhores

Mas uma coisa tenho que admitir:

Sou arteira, assim nasci!

O ar que respiro faz um sol

Cada passo meu uma cor tem

Com os senhores tudo compartilho

Mas presente de criança não vale um vintém

Quem sabe um dia, se eu crescer

Com alegria, os senhores

Meus presentes vão receber

Mas esquecer nunca poderei

Dessa brincadeira,

Desse meu nascer.

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s